domingo, 19 de abril de 2009

quirimba-se-me o aluar

(imagens pescadas aleatoriamente no Google Imagens, links múltiplos)








..e regresso no tempo, no rememoriar em que fui feliz quase assim:



fui-o de forma diferente. tive um aro de bicicleta e o arame para guiá-lo e também um pneu com um jarro de água dentro e seus paus-guiadores. a tralha que todos tivemos e então nos regalou.
todavia nas Quirimbas não, e estou a ficar um descarado nisto de exigir tutti quanti quando se trata de Aluar.

...é trair Kiribati"...? acho que não. ele é tão múltiplo que existe até no "copy-paste", mais umas letrinhas a acompanhar para contar.
um regalo, isto de sonhar :)

1 comentário:

Zé Paulo disse...

O que o google vai nos ajudando a tirar o que nos vai na alma.
Não há paraíso que nos faça trair outro...nunca são concorrentes.
ZP